Saturday, February 17, 2018

Um templo Budista em Cotia

Publicado em Dica da Redação Escrito por  Dezembro 10 2015 tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte
Avalie este item
(0 votos)

Conhecer um templo budista é o tipo do programa que todo mundo deveria fazer um dia. Mesmo que você não seja praticante e ainda que não pretenda ser devoto, ter a oportunidade de vivenciar um lugar desses é perfeito por diversos motivos: contemplar, passear, conhecer a cultura e fazer um balanço de vida. Respira-se tranquilidade num templo budista e isso além de não fazer mal nenhum ainda proporciona boas reflexões, meditações e paz de espírito.

O Budismo é uma filosofia de vida baseada integralmente nos ensinamentos de Buda que pretende revelar “a verdadeira face da vida e do universo”. Segundo consta, quando pregava, Buda não pretendia converter as pessoas, mas iluminá-las. É uma religião de sabedoria, que defende a generosidade, onde conhecimento e inteligência predominam. O Budismo traz paz interior, felicidade e harmonia a milhões de pessoas durante sua longa história de mais de 2.500 anos. É mesmo uma filosofia de vida, um modo outro de ver as coisas do cotidiano e que busca a paz, serenidade, alegria, sabedoria, liberdade e compaixão para com o mundo.

O Templo Zu Lai, localizado a pouco mais de 30 quilômetros de São Paulo, é um entre muitos templos do Monastério Fo Guang Shan espalhados pelo mundo. Tem suas raízes no Budismo Mahayana, cuja tradição enfatiza que a natureza búdica está ao alcance de todos. Seus praticantes empenham-se em aplicar os ensinamentos do Buda no cotidiano, advindo daí a denominação: Budismo Humanista. Seu objetivo é propagar os princípios do Monastério Fo Guang Shan, divulgando o Budismo e beneficiando a todos, através de quatro estâncias básicas da vida: Educação, cultura, beneficência social e purificação espiritual. Aberto a visitação pública de terça a domingo, sugerimos aqui que você faça uma visita para conhecer o conceito e o lugar mágico que é. Podem-se ouvir palestras, conhecer mais a fundo os ensinamentos, asistir a vídeos documentários ou apenas admirar a magia desse lugar.

Já vale a pena a viagem só pela arquitetura do templo e pela paisagem toda (aliás, rende ótimas fotografias). Os grandes espaços vazios, as flores e os jardins, as esculturas monumentais e um clima equilibrado e harmonioso fazem do passeio mais que uma viagem. Um espetáculo bonito de se ver, gostoso de sentir. Impressiona!

Entre os atrativos mais procurados e que a gente (por mais céticos que seja) não deixa de fazer é atirar moedinha na fonte dos desejos (eu não perdi a oportunidade). Segundo a crença, atrai bons fluidos. O templo tem restaurante (vegetariano, claro) aberto até a hora do almoço e é muito bem recomendado. A lanchonete fica aberta o dia todo com pão chinês, quibe vegetariano, esfiha de escarola e yakissoba. Ou seja, pra quem gosta, um prato cheio. E para quem nem conhece esse tipo de alimentação, é uma divertida descoberta de novos prazeres gastronômicos.

Templo Zu Lai

Estrada Municipal Fernando Nobre, 1.461

Cotia – SP Tel: (55 11) 4612-2895

www.templozulai.org.br

Horário

– De terça feira à sexta feira, das 12h00 às 17h00

– Sábados, domingos e feriados, das 09h30 às 17h00

Regras de boa conduta

– Use roupas condizentes com um ambiente religioso (evite decotes, roupas curtas, shorts e bermudas)

– Cultive o silêncio

– Não fume

– Não pegue nada que não lhe tenha sido oferecido

– Não traga animais

– Não é permitida a realização de piquenique em qualquer área

– Não são permitidos o ingresso de itens como carnes, seus derivados e bebidas alcoólicas

– Tomadas fotográficas e filmagens são proibidas nos recintos fechados.

ENSINAMENTOS AOS DOMINGOS

Ler 1948 vezes Última modificação em Última modificação em Dezembro 14 2015

Curta nossa pagina

Procurando Turismo

Com o objetivo de fomentar o turismo em torno da região oeste de São Paulo composta pelas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, o jornal, distribuído há mais de 3 anos nas cabines dos pedágios e disponível na web, traz em suas páginas, dicas e matérias sobre passeios turísticos, cidades, monumentos, restaurantes, hotéis, áreas de lazer, parques públicos e eventos institucionais no interior. Um verdadeiro guia de turismo, um veículo segmentado e que tem ainda como apoio uma página no Facebook, atualizadas frequentemente, atingindo um público em torno de  1 milhão e 800 mil leitores anuais.