Wednesday, May 24, 2017

Turismo ecológico na Serra do Japi Destaque

Publicado em Turismo Escrito por  Dezembro 14 2015 tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte
Avalie este item
(0 votos)

Localizada na região sudoeste do Estado de São Paulo, Cabreúva é mais uma das cidades de interior que virou referência de turismo ecológico e de aventura. É fácil entender, já que sua localização é dentro de uma área de preservação ambiental com muitas cachoeiras, grutas, trilhas para passeios a cavalo e pesqueiros, sendo uma das opções de destaque a famosa Serra do Japi. Conhecida como um dos maiores atrativos da cidade, a Serra possui cachoeiras, fazendas e casas de personalidades famosas. Em meio à natureza exuberante, é possível observar um incrível fenômeno natural: é o único lugar no mundo onde ocorreu o surgimento de vegetação sobre rochas. Trilheiros e jipeiros disputam as belezas do local todos os fins de semana. Aliás, tá aí uma excelente sugestão: leve sua moto de trilha para Cabreúva e explore todo potencial da região sobre duas rodas. É show! Além de se divertir, ainda rola a possibilidade de você encontrar pela frente as cachoeiras do Taguá e Guaxinduva, também conhecidas como corredeiras de Cabreúva. Aqui vale parar para um bom banho de cascata.

O nome da cidade, que fica às margens do Rio Tietê, é originário de uma árvore chamada “Cabreúva”, abundante na região, que significa “árvore da coruja”. O nome ficou conhecido em virtude da utilização do tronco de uma árvore desta espécie, como uma “ponte” para travessia dos pedestres sobre o antigo Ribeirão dos Padres. A cidade teve a sua fundação no início do século XVIII pela família Martins e Barros, que ali plantava cana-de-açúcar para a fabricação de aguardente, dando início à instalação de engenhos que se tornariam a maior força econômica da localidade durante décadas. A produção da cachaça ganhou notoriedade na região e tornou-se famosa muito além de suas fronteiras, dando à cidade o popular slogan de “Terra da Pinga”.

Fazendas rurais em Cabreúva desenvolvem atividades de ecoturismo e oferecem atrações tais como cascata artificial, tobogã aquático, passeio de trenzinho, ordenha de vaca, cavalos, charretes, lagos para pesca esportiva, caiaque, trilhas ecológicas e gastronomia local. Por tudo isso, indicamos esse roteiro para a sua próxima viagem de fim de semana.

Principais pontos turísticos

Um dos destaques da cidade é o Turismo Rural, onde o visitante pode conhecer de perto o sistema “colhe e pague” em diversos tipos de produção agrícola.

Cruzeiro

O Cruzeiro se encontra no alto do bairro do Vale Verde e tem uma vista privilegiada do centro da cidade, onde é possível ver os morros e o verde abundante.

Pesqueiros

O visitante pode se divertir pescando no sistema “pesque e pague” ou fazendo pesca esportiva (pesque e solte) nos vários pesqueiros de Cabreúva. Os pesqueiros têm ampla área verde e alguns também têm área de lazer, próprios para um dia de descanso com toda a família.

Alambiques

Um dos pontos fortes da cidade é a produção artesanal de cachaça que fez parte da história da cidade sendo a principal economia da cidade logo depois de fundada e prevalece até hoje, sempre inovando e diversificando nos licores e doces de pinga.

Esportes Radicais e de Aventura

O público aventureiro também tem seu lugar aqui em Cabreúva e pode praticar esportes de aventura e radicais, como: tirolesa, escalada, rapel, canoagem, arvorismo entre outros em alguns dos campings da cidade. Além das trilhas onde o visitante pode desfrutar da belíssima paisagem da Serra do Japi, com suas nascentes, cachoeiras, flora e fauna exuberantes, acompanhados por monitores e guias.

Turismo de Saúde

A cidade se destaca também no Turismo de saúde através de seus Spa’s de altíssima qualidade em áreas muito agradáveis. Os Spa’s estão sempre inovando, tendo salões de beleza, diversos tipos de massagem, atividades recreativas e formas alternativas de melhorar a qualidade de vida com caminhadas monitoradas, desfrutando da natureza, respirando o ar puro da Serra do Japi. Uma ótima opção para quem deseja descansar e fugir das preocupações das cidades.

Artesanato

Todos os segundos sábados de cada mês, a Praça Comendador Martins recebe a feira de artesanato com belíssimas peças em madeira, tricô, bijuterias, bordados, velas, sabonetes, origami e telas de tinta óleo. São produtos de excelente qualidade e produzidos pelos próprios cabreuvanos.

Caminho do Sol

O Caminho do Sol é um roteiro que totaliza 227 km, onde o peregrino percorre tudo a pé em busca da paz, reflexão e iluminação interior. Teve sua inauguração em 2002 e desde então Cabreúva faz parte deste roteiro devido à receptividade, hospitalidade do seu povo.

Turismo pedagógico

No turismo pedagógico, Cabreúva tem a cultura indígena como destaque. Em uma propriedade rural é mostrado um pouco da cultura indígena – histórias, trilhas, alimentação, brincadeiras e músicas, tudo isso com a presença de índios – e também expõe e ensinam a usar utensílios que eles mesmos produzem. Este passeio proporciona um enorme enriquecimento cultural.

Estrada Parque

A Estrada Parque ou SP-312 é um trecho que liga Cabreúva a Itu. É área de proteção ambiental e passa pela Serra do Japi, bem ao lado do rio Tietê. Com curvas sinuosas, a estrada tem uma beleza à parte, com suas grutas, fauna e flora peculiares. Devido a sua beleza, na estrada foram instalados campings e SPA’s, o que torna este trecho ainda mais interessante de ser visitado.

Ler 2533 vezes

Curta nossa pagina

Procurando Turismo

Com o objetivo de fomentar o turismo em torno da região oeste de São Paulo composta pelas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, o jornal, distribuído há mais de 3 anos nas cabines dos pedágios e disponível na web, traz em suas páginas, dicas e matérias sobre passeios turísticos, cidades, monumentos, restaurantes, hotéis, áreas de lazer, parques públicos e eventos institucionais no interior. Um verdadeiro guia de turismo, um veículo segmentado e que tem ainda como apoio uma página no Facebook, atualizadas frequentemente, atingindo um público em torno de  1 milhão e 800 mil leitores anuais.